3.13 Contratos e acordos

Evite problemas e mal-entendidos criando contratos e acordos precisos. Especifique exatamente quem fará, o quê e quando ... e quando o cliente precisa pagar. Use uma estratégia de venda ou consignações para persuadir novos distribuidores a vender seus produtos

Contratos e acordos ajudam a assegurar que as transações de negócios são compreensíveis e aceitáveis para todas as partes envolvidas.

Eles devem incluir uma especificação clara, por escrito, do que você vai fazer, os custos para o cliente e suas condições de pagamento. Posteriormente, é importante assegurar que você está sendo pago corretamente e no tempo certo.

Especificação

Deve incluir:

  • Uma descrição do projeto baseada no que o cliente lhe passou
  • Quanto tempo vai levar para você entregar
  • Quando você vai fornecer relatórios de progresso ou visitas ao trabalho em andamento
  • O número de mudanças que o cliente pode fazer sem ser cobrado
  • Tamanho, forma, cor, texto, fonte e quaisquer outros detalhes que sejam vitais para as especificações
  • A que penalidades você ficaria sujeito caso não consiga seguir o cronograma
  • Detalhes do preço de todos os elementos do projeto, incluindo taxas de gerenciamento, custo de impressão, IVA, etc.
  • Suas condições de pagamento, declarando quando e em que estágios do projeto você quer ser pago.

Condições de pagamento

Estabelecer suas condições de pagamento é importante, pois muitos pequenos negócios quebram devido ao mau gerenciamento do fluxo de caixa. Você tem que saber quando será pago e quanto deve receber.

Se o trabalho vai demorar, estabeleça uma série de estágios de pagamentos, por exemplo, 40% no início do projeto, 30% no estágio intermediário e 30% na conclusão.

Se você precisa comprar materiais caros, peça ao cliente para cobrir esse custo de início. Então, complete sua cota com um pagamento intermediário ou ao final do processo.

Pode ser que prefira apresentar uma nota fiscal e cobrar em dinheiro ou compensação por cheque do que enviar uma fatura. Se enviar fatura, deixe claras suas condições de pagamento, por exemplo, em 7 ou 30 dias. Mantenha registros das faturas que enviou, quando foram pagas e quando estiverem vencidas.

Seja cauteloso quando for cobrar um pagamento, mas nunca evite fazê-lo. Lembre-se: você fez o trabalho, então merece o dinheiro!

Assinatura de Acordo/Contrato

Mande duas cópias do acordo/contrato para o cliente assinar. Deixe claro que o trabalho não vai começar até você receber uma das cópias assinadas. Isso gera uma ligação legal com termos claros para ambas as partes.

Um advogado pode escrever um contrato genérico abordando esses tópicos, e você pode modificar para cada cliente. Outra alternativa é procurar exemplos de contratos nas associações comerciais. Lembre-se: você está fazendo isso para proteger a si mesmo e aos seus clientes de mal-entendidos, discordâncias e informações desencontradas.

Consignação

É nesta etapa que você vai negociar o valor da venda para uma galeria ou um mercado, que vão tirar uma porcentagem do valor total quando o produto for vendido e lhe darão o restante. Nesse caso, você vai pagar adiantado pelos materiais.

É normal que galerias e mercados façam uso de venda por consignação para ver se seu produto vai vender antes de se comprometerem a comprá-lo. É bom pensar na quantidade de produtos que você vai deixar em consignação.

Comentários