4.21 Fazendo as contas baterem

Melhore a precisão das suas estimativas administrando a pesquisa e medindo resultados. Monitore suas finanças usando as três principais ferramentas de contabilidade. Crie um orçamento de sobrevivência para calcular o mínimo que você precisa para ganhar.

Criar um panorama do seu fluxo de caixa e fazer projeções de consequências não é fácil. É preciso se certificar, tanto quanto for possível, de que suas estimativas de mercado estão corretas. As pessoas geralmente subestimam o tempo que leva para os outros começarem a comprar o produto ou serviço delas e superestimam o volume de vendas que terão.

Quanto mais pesquisa você fizer, mais precisas serão suas estimativas.

Nesse estágio inicial, pode parecer que você está inventando números. Pode ser que você não saiba quantos produtos venderá no seu primeiro ano de atividade. De qualquer modo, vale a pena tentar fazer a melhor estimativa possível. Entretanto, assim que iniciar seu negócio gerará números mais precisos e significativos. É importante que você registre esses números assim que surgirem, de modo que possa começar a avaliar o desempenho do seu negócio.

Pode ser útil fazer uma revisão da diferença entre fluxo de caixa, lucro e prejuízo e balanço:

 

  • Fluxo de caixa: mostra o movimento de entradas e saídas no caixa do negócio no momento em que ocorre.
  • Lucro e prejuízo: é uma visão contábil dos lucros e prejuízos do negócio na data de faturamento por um dado período de tempo, como um trimestre ou um ano. Também inclui vários itens não-monetários, como depreciação de ativos imobilizados.
  • Balanço: é um instantâneo dos ativos e dos passivos do negócio em um determinado momento.

Tratar de questões financeiras pode parecer algo assustador ou entediante, mas entendendo seu fluxo de caixa, saberá o que está lucrando, o que está devendo e, o mais importante, se está ganhando dinheiro.

Como ponto de partida, pode ser de grande ajuda criar um “orçamento de sobrevivência” para você calcular quanto custaria para viver a cada mês/ano. Some todos os seus gastos fixos, como aluguel/hipoteca, serviços públicos, impostos, pagamentos de cartão de crédito, carro e despesas cotidianas. Calculando isso, você saberá quanto dinheiro precisa ganhar através do seu negócio para que ele sobreviva e cresça, o que permitirá um melhor planejamento financeiro no futuro.
O que assegura a sustentabilidade do seu empreendimento é elaborar sistemas financeiros que sejam avaliados frequentemente para saber como o seu negócio está se saindo.

Comentários